Fitoenergético

A SAÚDE EM SUAS MÃOS

  • Faça seu tratamento de Saúde com Plantas Medicinais

    Agora no Brasil sistema inédito de tratamento profissional de sua saúde com ervas medicinais.
  • *

  • Acesse nosso Site e confira como milhares de pessoas estão se beneficiando-se deste fantástico método. Entregamos para todo território Nacional.
  • Acesse nosso Site

    www.chamedicinal.com.br
  • O Site da Saúde !

  • *

  • Traduza Translate Traduzca Traduca Verschiebt переведите Traduisez μεταφράστε
  • div align="center"> Translate this weblog
    02bandeira-eua01bandeira-ingla

    By
  • ********* Acesse e confira *********


    ******** Como milhares de pessoas estão se beneficinando desta fastástica técnica*********

  • Seminario sobre as Ervas Medicinais

    Posted by fitoenergetico em 02/08/2009

    Os benefícios das plantas medicinais (fitoterápicas) são muitos, comprovados pela sabedoria popular e pela ciência. Porém, como qualquer medicamento, é preciso critérios na hora do uso. Para a troca de experiências e informações, o I Seminário do Alto Uruguai Catari-nense de Ervas Medicinais no Pavilhão Cinqüentenário.

    Uma das palestrantes do encontro, a produtora e pesquisadora Cecília Cipriano Osada, alerta que as plantas, mesmo sendo medicamentos naturais, têm contra-indicações e efeitos colaterais.

    O ginkgo biloba, por exemplo, ativa a circulação sangüínea e não pode ser usado por quem acabou de fazer uma cirurgia. Já alguns tipos de chás, se tomados em excesso, podem causar sobrecarga nos rins ou efeito tóxico no organismo.

    A forma de preparar as plantas medicinais também é importante, pois pode anular o efeito das mesmas. A hortelã, se fervida, perde seus princípio ativo.

    Ao contrário, a canela só libera substâncias benéficas na fervura. A forma de colheita e armazenagem é importante. Nunca se deve utilizar plantas medicinais que crescem na beira das estradas, pois essas estão carregadas de metais pesados. O mesmo vale para áreas próximas a lavouras tratadas com agrotóxicos.

    Há ainda muita confusão na classificação dessas plantas medicinais. A nomenclatura popular varia em cada região é há muitas variedades semelhantes, apesar de não serem indicadas para o mesmo fim.

    Um desses casos é o alecrim, que tem uma variedade altamente canforada, indicada apenas para uso externo.

    Confusão semelhante acontece com a erva cidreira, a espinheira santa ou o boldo.

    Cecília afirma que o Brasil é o país com o maior potencial no mundo para desenvolvimento de remédios a partir de plantas bioativas.

    Porém, faltam políticas públicas de incentivo ao uso correto dessas plantas, bem como sua produção comercial e a preservação das matas, onde há muitas plantas medicinais úteis ainda a serem descobertas.

    De acordo com o pesquisador da Epagri de Itajaí, Antônio Amaury Silva Júnior, a pesquisa científica sobre ervas medicinais é baseada no conhecimento popular. Em muitos casos, o cientista apenas confirma o que o povo já sabe. Em outros, corrige algum erro, seja na indicação ou na forma de uso. “Se a ciência tivesse que ir na mata e fazer a investigação de cada planta isoladamente, seria praticamente impossível, pelo tempo e pelo custo.

    Hoje a ciência vai buscar o conhecimento básico popular”, afirma, e completa: “na flora mundial, apenas 2% é conhecida de fato. Então, 98% tem que ser descoberta ainda, existem muitos segredos a serem desvendados”.

    O Jornal

    www.chamedicinal.com.br

    Tratamento profissional com plantas medicinais e ervas medicinais 

    Deixe uma resposta

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s

     
    %d blogueiros gostam disto: