Fitoenergético

A SAÚDE EM SUAS MÃOS

  • Faça seu tratamento de Saúde com Plantas Medicinais

    Agora no Brasil sistema inédito de tratamento profissional de sua saúde com ervas medicinais.
  • *

  • Acesse nosso Site e confira como milhares de pessoas estão se beneficiando-se deste fantástico método. Entregamos para todo território Nacional.
  • Acesse nosso Site

    www.chamedicinal.com.br
  • O Site da Saúde !

  • *

  • Traduza Translate Traduzca Traduca Verschiebt переведите Traduisez μεταφράστε
  • div align="center"> Translate this weblog
    02bandeira-eua01bandeira-ingla

    By
  • ********* Acesse e confira *********


    ******** Como milhares de pessoas estão se beneficinando desta fastástica técnica*********

  • Alemanha consome ervas medinais – Plantas Medicinais

    Posted by fitoenergetico em 01/08/2009

    Alemanha é o maior consumidor da Europa

    A Pharma Wernigerode, uma das maiores empresas farmacêuticas do Leste alemão, emprega mais de uma dezena de plantas medicinais, dentre as quais, a cada ano, cinco toneladas de camomila e uma tonelada de folhas de tomilho.

    Ao todo, são empregadas anualmente 45 mil toneladas de plantas medicinais na Alemanha – o líder em consumo de ervas medicinais e plantas medicinais da Europa.

    Segundo o Departamento Federal de Proteção à Natureza (BfN), são comercializadas, seja em grandes ou em pequenas quantidades, cerca de 1,5 mil diferentes espécies de plantas medicinais no país. “Internacionalmente, somos o terceiro importador e exportador mundial”, afirma Uwe Schippmann, ativista do meio ambiente do BfN. “A Alemanha é realmente um centro de transbordo de ervas medicinais”, acrescenta.

    150 espécies ameaçadas na Europa

    Por esta razão, quando se trata da proteção às plantas medicinais, Schippmann vê uma responsabilidade especial da Alemanha, pois a natureza como farmácia ameaça encolher.

    Mundialmente, a coleta excessiva e o comércio descontrolado põem em risco os efetivos de 4 mil espécies de plantas medicinais. Na Europa, cerca de 150 espécies estão ameaçadas de extinção.

    Enquanto prímula e drósera estão sob rígida proteção na Alemanha, elas são coletadas para comercialização no Sudeste da Europa e na Espanha. Reservas inteiras ameaçam ser dizimadas.

    Já há cerca de dez anos, o BfN trabalha junto com o WWF, antes cconhecido como Fundo Mundial para a Natureza, num conceito amplo para a preservação de plantas e ervas medicinais. Segundo Schippmann, a produção industrial não seria alternativa, pois a domesticação da maioria destas plantas é extremamente difícil ou praticamente impossível. Sustentável também não é, explica o ativista.

    Cultivo ameaça coletores na Namíbia

    Por exemplo, a garra-do-diabo da Namíbia, usada no tratamento do reumatismo, é coletada pela população dos bosquímanos San. O ativista do BfN afirma que cerca de 10 mil famílias San dependem desta coleta.

    Se o difícil cultivo da garra-do-diabo funcionasse, uma série de produtores comerciais namibianos lucraria, mas as 10 mil famílias envolvidas na coleta estariam fora do negócio, explica Schippmann.

    Mais eficaz seria controlar a coleta silvestre no próprio local e atuar de forma que só seja tirada da natureza uma quantidade que possa crescer novamente. Que isto funciona é comprovado, há anos, pelo mais importante fornecedor alemão de plantas medicinais, a empresa Martin Bauer.

    Na Namíbia, a companhia ensina os coletores da garra-do-diabo a explorá-la respeitando as reservas. Para garantir a regeneração da planta, são estabelecidas, anualmente, áreas de exploração limitadas – fato estimado pelos clientes, entre eles, a Pharma Wernigerode, afirma Helmut Burckhardt, chefe do controle de qualidade da empresa.

    www.chamedicinal.com.br

    Tratamento profissional com plantas medicinais e ervas medicinais
    Anúncios

    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s

     
    %d blogueiros gostam disto: