Fitoenergético

A SAÚDE EM SUAS MÃOS

  • Faça seu tratamento de Saúde com Plantas Medicinais

    Agora no Brasil sistema inédito de tratamento profissional de sua saúde com ervas medicinais.
  • *

  • Acesse nosso Site e confira como milhares de pessoas estão se beneficiando-se deste fantástico método. Entregamos para todo território Nacional.
  • Acesse nosso Site

    www.chamedicinal.com.br
  • O Site da Saúde !

  • *

  • Traduza Translate Traduzca Traduca Verschiebt переведите Traduisez μεταφράστε
  • div align="center"> Translate this weblog
    02bandeira-eua01bandeira-ingla

    By
  • ********* Acesse e confira *********


    ******** Como milhares de pessoas estão se beneficinando desta fastástica técnica*********

  • PARTO DE EMERGÊNCIA

    Posted by fitoenergetico em 02/04/2008

    Haverá situações em que o parto acontecerá antes de a parturiente chegar ao hospital, ou mesmo a caminho dele. 

    No final da gestação, a parturiente começa a apresentar sinais e sintomas que são indicativos do início do trabalho de parto.

    Identificação do parto iminente:

    – Construções regulares a cada 2 minutos

    – Visualização da cabeça do bebê no canal de nascimento

    – Saída de água pela vagina (ruptura da bolsa das águas)

    – Gestante multípara, com vários partos normais

    – Nestas condições, o parto está se iniciando

    Procedimentos gerais:

    – Sem expor a parturiente, ela deverá estar livre de todas as vestimentas que possam obstruir o canal de nascimento

    – Em hipótese alguma o processo de nascimento do bebê poderá ser impedido, retardado ou acelerado

    – Sempre o marido, os pais ou outro parente próximo deverá acompanhar, o tempo todo, a parturiente

    – Não permitir a presença de curiosos

    – Procurar ser o mais discreto possível e manter ao máximo a privacidade da gestante

    – Não permitir que a gestante vá ao banheiro se são constatados os sinais do parto iminente

    Procedimentos específicos:

    – Colocar a parturiente deitada de costas, com os joelhos elevados e as pernas afastadas uma da outra e pedir-lhe para conter a respiração, fazendo força de expulsão cada vez que sentir uma contração uterina

    – Quem vai assistir ao parto deverá lavar bem as mãos

    – A medida que o parto progride, ver-se-á cada vez mais a cabeça do feto em cada contração

    Deve-se ter paciência e esperar que a natureza prossiga o parto nunca se deve tentar puxar a cabeça da criança para apressar o parto

    – À medida que a cabeça for saindo, deve-se apenas ampará-la com as mãos, sem imprimir nenhum movimento, que não o de sustentação

    – Depois de sair totalmente, a cabeça da criança fará um pequeno movimento de giro e, então, sairão rapidamente os ombros e o resto do corpo. Sustentá-lo com cuidado.

    Nunca puxar a criança, nem o cordão umbilical deixar que a mãe expulse naturalmente o bebê

    – Após o nascimento da criança, limpar apenas o muco do nariz e a boca com gaze ou pano limpo e assegurar-se de que começou a respirar

    – Se a criança não chorar ou respirar, segurá-la de cabeça para baixo, pelas pernas, com cuidado para que não escorregue, e dar alguns tapinhas nas costas para estimular a respiração. Desta forma, todo o líquido que estiver impedindo a respiração sairá

    – Se o bebê ainda assim não respirar, fazer respiração artificial delicadamente, insuflando apenas o volume suficiente para elevar o tórax da criança, como ocorre em um movimento respiratório normal

    – Não há necessidade de cortar o cordão umbilical, se o transporte para o hospital demorar menos de 30 minutos. Porém, se o tempo de transporte for superior a 30 minutos, deitar a criança de costas e, com um fio previamente fervido, fazer nós no cordão umbilical: o primeiro a aproximadamente quatro dedos da criança (10 cm) e o segundo nó distante a 5 cm do primeiro. Cortar entre os dois nós com uma tesoura, lâmina ou outro objeto esterilizado;

    – O cordão umbilical sairá junto com a placenta, cerca de 20 minutos após o nascimento;

    – Após a saída da placenta, deve-se fazer massagem suave sobre o abdome da parturiente para provocar a contração do útero e diminuir a hemorragia que é normal após o parto

    – Transportar a mãe e a criança ao hospital para complementação assistencial médica.

    Deve-se também transportar a placenta para o médico avaliar se ela saiu completamente.

    www.chamedicinal.com.br

    Tratamento profissional com plantas medicinais e ervas medicinais

    Deixe uma resposta

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s

     
    %d blogueiros gostam disto: